Telecentrofoz divulga cursos da Rede EAD Senasp/MJInscrições abertas de 14/05  a 20/05 de 2014 e início das aulas dia 11/07/2014.

Carga Horária: 40 horas

ApresentaçãoNova Imagem (2)
Os temas relacionados à violência contra a criança e o adolescente começaram a ganhar peso a partir da Declaração Universal dos Direitos Humanos em 1948. Onze anos depois, em 1959 surge a Declaração Universal dos Direitos das Crianças, mas foi só nas duas últimas décadas que o assunto passou a aparecer nas agendas do governo brasileiro e, em 2000, adotou-se um Plano de enfrentamento da Violência contra a Criança e o Adolescente que tendo sido revisto no ano passado, constatou ainda a falta de capacitação específica dos vários atores envolvidos com o tema, entre eles, as polícias. E é buscando apresentar conceitos e ampliar a problemática sobre o assunto que se desenhou o presente curso, que pretende sensibilizar e fornecer conhecimento teórico básico para os policiais e demais envolvidos na segurança pública para prevenção e o combate à violência e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Público de Interesse
O curso se destina a qualquer profissional da área de segurança pública, bem como aos profissionais administrativos que atuam nessas instituições.

Requisitos
Este curso não exige que tenham sido realizados cursos anteriores na REDE EAD.

Recomendações
Recomenda-se que você tenha disponibilidade de 5 a 7 horas por semana para leitura dos módulos e materiais complementares, pesquisas, realização de exercícios e interação com tutor e demais estudantes.

Conteúdo programático
Módulo 1 – Conceitos sobre a temática
Módulo 2-  Atuação policial e ações de prevenção

Referências Bibliográficas
Ministério da Justiça. SEDH/DCA. Plano nacional de enfrentamento da violência sexual infanto-juvenil. Brasília: MJ/SEDH/DCA, 2001.
CECRIA – Centro de Referência, Estudos e Ações sobre Crianças e Adolescentes. Fundamentos e políticas contra e exploração e abuso sexual de crianças e adolescentes. Relatório de Estudo, Brasília, 1997.
CRAMI – Centro Regional aos Maus Tratos na Infância (org.). Abuso sexual doméstico: atendimento às vítimas e responsabilização do agressor. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: Unicef, 2002.
FALEIROS, Vicente de Paula. A violência sexual contra crianças e adolescentes e a construção de indicadores: a crítica do poder, da desigualdade e do imaginário. Disponível em: <www.cecria.org.br>. Acesso em: 10 jul. 2009.
SPRANDEL, Márcia Anita. A exploração sexual comercial de crianças e adolescentes na legislação brasileira – lacunas e recomendações. Estudo Legislativo. OIT. Programa Internacional para Eliminação do Trabalho Infantil – IPEC, 2002.

Mais informações acesse: http://www.mj.gov.br/ead

Anúncios