Telecentrofoz divulga cursos da Rede EAD Senasp/MJInscrições abertas de 11 a 17/05/2016 e início das aulas no dia 15 de junho.

Carga Horária: 40 horas/aula

Modalidade: a distância

Apresentação:SCIP

 A utilização do fogo foi imprescindível para a sobrevivência de nossos antepassados pré-históricos. Com o uso empírico de algumas técnicas, eles aprenderam a produzi-lo e a mantê-lo aceso utilizando apenas alguns galhos e folhas secas.

 Daquela época até os dias atuais, o modo como o homem incorporou o uso do fogo em seu dia-a-dia contribuiu de forma signicativa  e sucessiva no progresso que hoje experimentamos.

 Entretanto, quando o fogo escapa ao controle do homem e assume a dimensão de um incêndio, mesmo que em sua fase inicial, se descaracteriza dos propósitos esperados, gera medo e requer a intervenção imediata de uma equipe com capacidade técnica que impeça a sua propagação.

 Por este motivo, como profissional de segurança pública, você precisa compreender como acontece a reação química do fogo e como ele interage com alguns tipos de materiais. Precisa saber também, que os incêndios são tecnicamente definidos por classes específicas, e que para cada uma delas, há um tipo de agente extintor adequado para se usar.

Público de Interesse:

O curso se destina aos profissionais da área de segurança pública e aos profissionais

administrativos que atuam nessas instituições.

Requisitos:

Este curso não exige que tenham sido realizados cursos anteriores na  Rede EAD-Senasp.

Recomendações:

Recomenda-se que você tenha disponibilidade de 5 a 7 horas por semana para leitura

dos módulos e materiais complementares, audição dos áudios, pesquisas, realização

de exercícios e interação com tutor e demais estudantes.

Conteúdo Programático:

Módulo 1 – Teoria do fogo

Módulo 2 – Sistemas básicos de proteção passiva contra incêndio

Módulo 3 – Sistemas básicos de proteção ativa contra incêndio

Referências:

ABNT  –  Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 12693:2010  –  Sistema de

proteção por extintor de incêndio.

ABNT  –  Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 13434-2  –  Sinalização de

segurança contra incêndio e pânico. Parte 2: Símbolos e suas formas, dimensões e

cores.

ABNT  –  Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 13860:1997  –  Glossário de

termos relacionados com segurança contra incêndio.

ABNT  –  Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 14276:2006–  Brigada de

incêndio – Requisitos.

ABNT  –  Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 14277:2005  –  Instalações e

Equipamentos para treinamento de combate a incêndio – Requisitos.

ABNT  –  Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 15808:2010  –  Extintores de

incêndio portáteis.

ABNT  –  Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 15809:2010  –  Extintores de

incêndio sobre rodas.

SEITO, Alexandre Itiu. Et alii. A Segurança Conta Incêndio no Brasil. Projeto Editora,

São Paulo, 1998.

BRENTANO, Telmo. Instalações hidráulicas de combate a incêndios nas edificações.

2° Edição revisada. Edipurs, 2005.

Essentials of Fire Fighting and Fire Department Operations. 5

th

Edition. Fire Protection

Publications Oklahoma State University.

FREITAS, Osvaldo Nunes de. Et alii. Manual Técnico Profissional para Bombeiro.

Edição revisada. Gráfica e editora Inconfidência, 2000.

JÚNIOR, Abel Baptista Camilo. Manual de Prevenção e Combate a Incêndios. 3ª

Edição revista e atualizada. Editora SENAC São Paulo, 1998.

Manual de Fundamentos do Corpo de Bombeiros de São Paulo. 2ª Edição. 2006.

Manual de Combate a Incêndio do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. Módulo I.

2006.

Manual de Segurança Contra Incêndio nas Edificações e Áreas de  Risco (Manual

Técnico de Bombeiros nº 48 do Corpo de Bombeiros de São Paulo). 1ª Edição. 2006

Maiores informações acesse link da nova página da Rede no site do MJ:

http://www.justica.gov.br/sua-seguranca/seguranca-publica/educacao-e-valorizacao/capa_ead 

Anúncios