Telecentrofoz divulga mais um curso da Rede EAD Senasp/MJ. Inscrições abertas de 18 a 26/05/2017  e início das aulas no dia 26 de junho.

Carga horária: 40 horas/aula

Modalidade: a distância

Apresentação

MCOMNo curso de Mediação de Conflitos 1 você estudou  os aspectos conceituais da mediação e do mediador. Já, no curso de Mediação de Conflitos 2, você estudou os modelos, as técnicas e o passo a passo do processo mediação. Em ambos os cursos o papel da mediação no contexto comunitário foi sempre lembrado, mas nesse curso específico, você terá a possibilidade de ampliar seu conhecimento sobre esse tema com aportes da experiência de Justiça Comunitária desenvolvida pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Território – TJDFT.
Espera-se que o conteúdo desse curso possa auxiliá-lo nas suas atividades de segurança pública e, ao mesmo tempo inspirar outras experiências de mediação comunitária.

Público de Interesse
O curso se destina a qualquer profissional da área de segurança pública, bem como aos profissionais administrativos que atuam nessas instituições.

Requisitos
Este curso não exige que tenham sido realizados cursos anteriores na Rede EaD-SENASP.

Recomendações
Recomenda-se que você tenha disponibilidade de 5 a 7 horas por semana para leitura dos módulos e materiais complementares, pesquisas, realização de exercícios e interação com tutor e demais estudantes.

Conteúdo Programático
Módulo 1 – Estabelecendo o cenário
Módulo 2 – O  Espaço e a Equipe da Mediação Comunitária
Módulo 3- Pensando na Capacitação da Equipe

Referências Bibliográficas
BRASIL. Justiça Comunitária. Brasília: TJDF, 2006
BRASIL. Secretaria Justiça e Direitos Humanos. Direitos Humanos e Mediação Comunitária. 2010. [Org. SEIDEL, Daniel]
CORDEIRO, Bernadete M. P.; SILVA, Suamy. S. Direitos humanos: referencial prático para docentes do ensino policial. 2. ed. Brasília: CICV, 2005.
CORDEIRO, Bernadete M. P. Estado da arte: estudo sobre as idéias de estudiosos, instituições nacionais e internacionais, bem como organismos governamentais e não governamentais, sobre a elaboração de uma agenda de temas e ações de treinamento “comuns” para diminuir as cifras de violência e de criminalidade na América Latina. Brasília: PNUD, 2008. (Projeto 04/29: relatório técnico)
TAVARES DOS SANTOS, José Vicente. Violências, América Latina: a disseminação de formas de violência e os estudos sobre conflitualidades. Disponível em < http://www.scielo.br/scielo&gt;. Acesso em 12 set 2008.

Para se inscrever acesse:

http://portal.ead.senasp.gov.br/

Anúncios